O Global Insights foi mais uma iniciativa encabeçada pela Zygon, em parceria com a Xandr/SP, ABMP/BA e Sinapro/PE, com o objetivo de apresentar as principais tendências globais da indústria de mídia programática e como elas geram novos insights e oportunidades para os mercados locais.

Os encontros aconteceram em Salvador e Recife, nos dias 16 e 19 de julho, respectivamente. Em um ambiente descontraído, conseguimos reunir mais de 120 profissionais de comunicação, donos de agências, veículos, anunciantes e parceiros de tecnologia, para compartilhar as novidades da comunicação orientada por dados, seus principais desafios, seus gargalos e, principalmente, tentar aproximar mentes e conectar oportunidades de negócios entre as empresas.

“Conseguir colocar tanta gente junta com poder de impactar o mercado, todos em um mesmo lugar por aproximadamente 4 horas seguidas, em Salvador e em Recife, discutindo problemas do mercado local, debatendo soluções globais e colocando na mesa experiências e aprendizados, é motivo para grande comemoração. Quem mais ganha com isso é o mercado, com cabeças mais arejadas e mais vontade de aproveitar essa janela de oportunidades que surge com o digital”, avalia Urbano Sampaio, CSO da Zygon.

A programação contou com a palestra de Vitor Bellote, Market Director da Xandr, que falou sobre “Construindo pontes entre o mercado local e as tecnologias globais”. A Xandr é uma empresa da AT&T e é uma das maiores referências em tecnologia aplicada à comunicação orientada por dados. Ou seja, Bellote conseguiu mostrar que o Brasil ocupa lugar de destaque na América Latina e isso só aumenta a nossa responsabilidade no que se refere inovar e aproveitar as oportunidades que surgem a todo o momento nesse mercado que cresce aceleradamente.

Lucas Reis, CEO da Zygon, também falou sobre “A fusão entre criatividade, dados, tecnologia e mídia”, chamando a atenção para um dos temas mais abordados no Programmatic IO 2019, em São Francisco. “A automação alavanca a criatividade e não limita, como alguns poderiam imaginar. A tecnologia existe para fazer o que o ser humano não consegue fazer de forma acelerada e em grande escala. Todos nós somos seres criativos, conseguimos planejar e executar ideias e estratégias geniais, mas precisamos de processos automatizados e tecnologia de dados para servir nossos criativos de forma personalizada e em larga escala”, complementa Lucas Reis.

A realização do Global Insights 2019 só foi possível graças à parceria, envolvimento e o carinho da ABMP/BA e do Sinapro/PE. Na ocasião, Ana Coelho, presidente da ABMP/BA destacou “estamos aqui para ouvir cases globais e cases locais de pessoas e empresas que estão trabalhando com inteligência de dados e estão dando certo, colhendo excelentes resultados”. Já em Recife, Daniel Queiroz, presidente do Sinapro/PE, lançou o Chacoalha, uma plataforma que propõe uma cena mais criativa e inovadora para Pernambuco, e a primeira mobilização provocativa e inquietante foi justamente o nosso encontro lá no Global Insights. Daniel garantiu que “este é a primeira de outras tantas iniciativas que virão trazendo um novo formato e muitos questionamentos. Nosso objetivo é chacoalhar mesmo o mercado. Esse encontro foi muito bom, reuniu pessoas e opiniões importantes e, com certeza, vem muito mais por aí”.

O Global Insights 2019 cumpriu o papel de trocar ideias, mostrar diferentes experiências, cada uma com sua curva de aprendizagem, além de apresentar novidades e abrir espaço para cases locais. Afinal, tem gente muito boa fazendo e acontecendo com inteligência de dados, automação e personalização. A Zygon ficou muito contente em reunir amigos e parceiros, mas principalmente, ficou a convicção que quanto mais tecnologia, maior a responsabilidade ao fazer comunicação para pessoas.